O Sertão em clima de Cinema! Aconteceu a 8ª Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano.

MOSTRA PARAÍBA

Filmes produzidos nas diversas regiões da Paraíba

MOSTRA SERTÃO NA TELA

Com filmes de realizadores sertanejos ou com o tema Sertão.

MOSTRAS DOS HOMENAGEADOS

Com a exibição de filmes em homenagem aos 60 anos de Manoel Ferreira Damião e ao 90 anos de Ariano Suassuna

EDIÇÕES ANTERIORES

Relembre as edições anteriores da Mostra Acauã

FAZENDA ACAUÃ

Conheça a história dessa lendária fazenda

ACAUÃ PRODUÇÕES CULTURAIS

Conheça o grupo responsável por ajudar a difundir as ações culturais do audiovisual no sertão.

GALERIA DE FOTOS

Confira as fotos da 7ª Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano

NOTÍCIAS

Confira as últimas notícias e acompanhe tudo que aconteceu na Mostra Acauã

HOMENAGEADO

Manoel Ferreira Damião

Biografia

Manoel Ferreira Damião, filho de Sebastião Ferreira da Silva e Francisca Damião de Sousa, nasceu em 06 de abril de 1957, na cidade de Aparecida-PB e faleceu em 06 de março de 2004, vítima de uma queda da torre da Rádio Acauã FM, quando fazia manutenção. Manoelzinho como era carinhosamente conhecido, residiu em Catolé do Rocha, São Paulo e Campina Grande por onde participou de muitos Congressos, Concursos Mostras e Festivais de poesia, música e teatro, sendo premiado em vários deles.

Ao longo da sua vida foi músico, compositor, poeta, membro fundador da Acauã Produções Culturais e primeiro vice-presidente e idealizador e diretor técnico da Rádio Acauã FM Comunitária, onde também apresentava o programa Raízes todos os domingos a tarde. Além de todo um legado cultural e pessoal, Manoelzinho ainda deixou pra sociedade algumas obras publicadas em vida a exemplo das músicas:

• Dança da Vida, gravada em CD por João Dino em 1995;
• Leve Brisa gravada no CD do 5° FESTCAM – Festival Catoleense de Música de 2003. e as poesias:
• Cotidiano e Foi Escrito (Poesia) – Antologia Poética do I e II FESERP. Coordenação: APC, Editora Universitária da UFPB, 1996;
• Penso que sou e Viagem sem Retorno (Poesia) – Antologia Poética do III e IV FESERP. Coordenação: APC. Ed. Universitária da UFPB, 1999;
• Presente, Passado e Futuro, Perfil, Viva a Vida e Vídeo Sonho – Coletânea Poética “Rimas do Sertão”. Coordenação: Acauã Produções Culturais, 1999;
•Compaginação e Janela da Imaginação – Antologia Poética da 5ª a 8ª edição do FESERP. Edição Acauã Produções Culturais – APC, 2002.

Após sua morte em 2005, o Produtor Cultural Laercio Ferreira Filho produziu e lançou o CD Tributo a Manoel Ferreira Damião, composto de 19 músicas de sua autoria, em parceria com outros compositores a exemplo de Oim Ferreira e Laercio Filho. As músicas do CD foram interpretadas por vários cantores da região como Espedito Lopes, João Dino, Levy Ferreira, Ivan Rosendo, Edilberto Abrantes, Jadma Mâmedes, Oim Ferreira, Grupo Cordas Soltas e Judimar Dias. Em 2008, Cieudo Gomes gravou três das suas músicas (Tempo, A vida e Leve brisa) no CD intitulado Rara Vida.

Já em 2009, o Grupo Xique Xique, que tinha como baixista Ilderson Emanoel, filho de Manoelzinho, gravou a música As estações, interpretada pelo seu primeiro parceiro musical Deoberto Lopes. Manoelzinho é o autor da Bandeira e do Brasão do Município de Aparecida e foi um dos maiores lutadores em prol da emancipação política deste município, sendo responsável por colher assinaturas nos vários abaixo assinados, preparar um dossiê com fotos e informações precisas do então distrito e conquistar apoio a esta causa através da sua simpatia e do seu entusiasmo. A morte de Manoel Ferreira Damião – Manoelzinho deixou uma lacuna impreenchível nas artes, na cultura e na vida da sociedade de Aparecida.

CONTATOS

Entre em contato com a equipe da Acauã Produções Culturais

APOIO